A Feira do Aprazível vai mudar de horário a partir de Maio

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Nutrição com Dra. Iana Melo - O QUE SÃO OS ALIMENTOS FUNCIONAIS?


De uns tempos para cá, cada vez mais tem se falado em alimentos funcionais, seja em reportagens na TV e em jornais, ou até mesmo em anúncios de produtos que prometem benefícios à saúde. Mas você sabe exatamente o que são, e para que eles servem?

Alimento funcional é aquele alimento ou ingrediente que, além das funções nutricionais básicas, quando consumido como parte da dieta usual, produz efeitos metabólicos e/ou fisiológicos e/ou benéficos à saúde. Esses alimentos são considerados promotores de saúde e podem estar associados com a diminuição dos riscos de algumas doenças crônicas ou seja, participam da prevenção e promoção de saúde.
Os principais alimentos classificados como funcionais são: soja e derivados, cereais integrais (aveia, centeio, cevada, farelo de trigo), tomate, uva, couve-flor e brócolis, linhaça, hortaliças com talo, leite fermentado, entre muitos outros.

Confira abaixo os principais benefícios dos alimentos funcionais para o organismo:
Casca de uva, vinho tinto e maçãs – Redução de doenças cardiovasculares e formação de coágulos e inflamações.

Soja e derivados – Redução do risco de doenças cardiovasculares, alívio das ondas de calor em mulheres na menopausa.

Brócolis, repolho, couve-flor e rabanete – Aumento da atividade de enzimas que combatem a formação de células cancerígenas.

Tomate, goiaba e melancia – Atividade antioxidante, redução do risco de doenças cardiovasculares e proteção contra o câncer (especialmente de próstata).

Folhas Verdes – Proteção contra degeneração macular, manutenção de uma boa visão.

Linhaça – Inibição de tumores, prevenção de doenças cardiovasculares e controle de doenças  auto-imunes e inflamatórias.

Grãos integrais, frutas e vegetais em geral – Melhora na saúde intestinal, redução do risco de câncer de cólon e controle do colesterol e glicemia.
Leites fermentados e iogurtes – Melhora da saúde intestinal e redução do risco de câncer de cólon.

Mas é preciso ter consciência de que os alimentos funcionais não funcionam como medicamentos. Então, para que seus benefícios sejam alcançados, é preciso consumi-los de maneira regular, incluindo principalmente vegetais, frutas e cereais integrais na alimentação. Afinal, grande parte dos componentes ativos estudados se encontra nesses alimentos.

Outra dica para quem quer se beneficiar dos alimentos funcionais é substituir parte do consumo de carne bovina, embutidos e outros produtos à base de carne vermelha por soja e derivados (especialmente carne de soja e isolados proteicos de soja) ou peixes ricos em ômega 3.

No caso dos alimentos funcionais industrializados, é preciso ficar atento e procurar saber se o produto em questão teve sua eficácia avaliada em pesquisas sérias. E para que eles produzam resultados eficazes, é importante seguir as instruções dos rótulos, utilizando-os da forma recomendada pelo fabricante.

Além disso, é preciso ter em mente um detalhe fundamental para o funcionamento eficaz dos alimentos funcionais: eles só funcionam quando combinados com uma dieta equilibrada e balanceada. Não adianta utilizar um alimento para controlar o colesterol, por exemplo, se ela não for combinada com uma dieta pobre em gordura saturada e colesterol.
E então, o que você espera?

Procure um(a) nutricionista e conheça o maravilhoso mundo dos alimentos funcionais.

Dra.Iana Melo
Nutricionista

Confira também as colunas anteriores. Basta Clicar Aqui.

Fica a dica ! Procure sua Nutricionista!

Sobre a Colunista:


Dra. Iana Melo



Nutricionista Especialista em Saúde Pública e Personal Diet
Nutricionista Clínica em Clínica Médica Dr. Timbó - Groairas - CE.
Nutricionista Clínica em Clínica Integrada de Atenção á Saúde ( CIAS) - Sobral - CE.
Gerente da Unidade de Alimentação e Nutrição (UAN) - Assaí Atacadista - Sobral - CE.


Áreas de atuação : - Consultoria e Palestras em Nutrição- Personal Diet- Doenças Crônicas- Nutrição Esportiva.

Está coluna é um oferecimento:





Nenhum comentário:

Postar um comentário